SCTI-Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação

  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Empresas apresentam propostas para...

Empresas apresentam propostas para desafio lançado pelo governo de Santa Catarina

Fotos: Ricardo Trida / Secom

As empresas inscritas no desafio lançado no mês de novembro pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI), por meio do do Laboratório de Inovação do Governo do Estado, o INOVALAB, realizaram nesta segunda-feira,11, as apresentações de pitches, no observatório da sede da Associação Catarinense de Tecnologia – Acate, em Florianópolis.

O desafio é a formulação de um dispositivo para ajudar a monitorar a segurança de pescadores por meio de GNSS em pequenas embarcações e coletes salva-vidas. A demanda é da Secretaria Executiva da Aquicultura e Pesca. Isto proporcionará mais segurança em casos de resgate, busca e salvamento, além de permitir a localização mais rápida dos barcos em situações de emergência, com maiores chances de salvar vidas.

Com duração de 25 minutos cada, representantes das empresas interessadas apresentaram seus negócios, os projetos já desenvolvidos na área e as ideias que já possuem ou que podem aprimorar para atender a necessidade proposta pelo desafio.

O secretário de aquicultura e pesca Tiago Frigo, acompanhou todas as apresentações. Ele salientou que atualmente existem cerca de sete mil embarcações de pesca artesanal em Santa Catarina. “As empresas entenderam muito bem o que estamos solicitando, que precisamos de segurança e baixo custo. E o foco é a salvaguarda da vida dos pescadores através de uma solução eficiente e segura”, avaliou o secretário Frigo.

As tratativas entre Secretaria da Aquicultura e Pesca e a SCTI começaram em setembro, quando foi relatada a necessidade de solucionar uma antiga queixa da comunidade pesqueira artesanal e Santa Catarina: o investimento em uma tecnologia mais eficiente para garantir mais segurança aos cerca de 21.541 pescadores artesanais que trabalham com licença no litoral catarinense.

“A tecnologia está aqui para isto: promover inovação que impacte positivamente na vida das pessoas. A SCTI tem a missão de impulsionar o desenvolvimento econômico e social do estado através da criação de políticas públicas, mas o governador Jorginho Mello também nos deu a missão de usar a tecnologia para oferecer soluções para todas as secretarias e os órgãos que compõe o Governo e, consequentemente, melhores serviços para a sociedade”, destaca o secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Fett.

O gerente de inovação do Inovalab, Alexandre de Oliveira, comentou sobre as ações previstas após o término das apresentações. “As empresas continuarão este diálogo com o órgão demandado, que no caso é a Secretaria da Pesca, onde será elaborada uma matriz de avaliação. Após esta matriz , será elaborado o edital necessário para a seleção da empresa”, concluiu.