SCTI-Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação

Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Governo do Estado em...

Governo do Estado em sintonia com o futuro do trabalho: tecnologia será um dos principais impactos

Um estudo recente realizado pelo Fórum Econômico apontou tendências que devem impactar carreiras nos próximos anos. O resultado mostra que 23% das ocupações devem passar por modificações até 2027, em decorrência de aspectos políticos, tecnológicos, ambientais, sociais e econômicos.

Na análise do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Fett, a transformação digital está cada vez mais acelerada, principalmente, a partir da pandemia de Covid-19. “Os profissionais precisam estar atentos à realidade imposta pela nova economia. A criação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação pelo governador Jorginho Mello vem ao encontro do novo momento do mercado de trabalho, como fica evidenciado neste estudo. Um dos pilares do programa Santa Catarina Inovadora lançado por ele, que será implementado pela Secretaria, é a formação de capital humano com competências técnicas e socioemocionais que atendam às necessidades do futuro do trabalho. A SCTI implementará ações que facilitem e ajudem quem mora em Santa Catarina a aproveitar as novas oportunidades e exigências das empresas”, destacou o secretário.

O estudo mapeou 45 economias a partir de dados disponibilizados pelo LinkedIn e empresa Coursera. Além disso, foi realizada pesquisa de opinião executiva com 803 companhias de todo o mundo, que são responsáveis por mais de 11 milhões de postos de trabalho.

Veja as expectativas para os postos de trabalho nos próximos cinco anos, conforme o estudo.

Postos de trabalho que devem surgir:

• Especialistas em IA e aprendizagem de máquina;
• Especialista em sustentabilidade;
• Analista em Inteligência de negócios;
• Analista de Segurança da Informação;
• Engenharia de fintechs;
• Cientistas e analistas de dados;
• Engenharia de robótica;
• Especialista em Big Data;
• Operadores de equipamentos agrícolas;
• Especialistas em transformação digital.

Postos de trabalho que devem desaparecer:

• Caixas de banco e funcionários relacionados;
• Funcionários dos Correios;
• Caixas e cobradores;
• Escriturários de entrada de dados;
• Secretários administrativos e executivos;
• Assistentes de registro de produtos e estoque;
• Escriturários de contabilidade;
• Legisladores e oficiais judiciários;
• Atendentes estatísticos, financeiros e de seguros;
• Vendedores de porta em porta, ambulantes e trabalhadores relacionados.