SCTI-Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação

  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Nova política de mobilidade...

Nova política de mobilidade elétrica de Santa Catarina é pauta de reunião com executivos da BYD

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Fett, conversou nesta terça-feira, 12, em Florianópolis, com Stella Li, vice-presidente global da BYD e presidente da BYD Américas, empresa líder mundial de veículos eletrificados, com um faturamento estimado de R$ 110 bilhões. O encontro foi acompanhado por Alexandre Baldy, Presidente do Conselho da BYD Brasil e pelo empresário catarinense Paulo Toniolo Júnior, diretor do Grupo DVA; Na pauta a nova política de mobilidade elétrica de Santa Catarina – em discussão no âmbito no Governo do Estado – e a possibilidade de investimentos da montadora chinesa no Estado.

O mercado de elétricos e híbridos anda acelerado no Brasil. Em novembro bateu recordes de vendas e em dezembro deve superar essa marca histórica, podendo chegar a 83% sobre as vendas totais do ano passado, de acordo com a ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico). E Santa Catarina é responsável por uma parcela desta fatia. Por isso, a executiva está no Estado para visitar as concessionárias que vendem BYD. Apenas em novembro, foram mais de 300 emplacamentos destes modelos. E as perspectivas para o ano que vem são ainda muito mais promissoras, com a inauguração de quatro showrooms DVA BYD em Joinville, Blumenau, Criciúma e Chapecó.

Fett aproveitou a oportunidade para convidar os executivos da empresa a conhecerem Santa Catarina, o potencial logístico e de ambiente de negócio do estado, mas principalmente contribuir com a nova política em discussão de desenvolvimento centrada na descarbonização, transição energética e mobilidade elétrica. Li é a responsável pelo processo de internacionalização da montadora chinesa fundada há apenas 28 anos.

Ela sinalizou interesse em participar das discussões em curso no governo de Santa Catarina para definição de uma nova política estadual de mobilidade elétrica. O tema está em discussão entre a SCTI, a secretaria da Fazenda e a Secretaria da Indústria, do Comércio e do Serviço. Os secretários Fett, Cleverson Siewert e Silvio Dreveck tem interagido com frequência sobre o assunto com representantes de entidades como FIESC e ACATE e empresas como a WEG, ENGIE, TUPY, GM, ZEN, WECHARGE, EletroTrac e a CELESC – Centrais Elétricas de Santa Catarina.